miércoles, octubre 20, 2010

Cultura, Tradición y un Aviso: 1er. Concurso de Aperos Criollos en Santana do Livramento (Brasil).



En este día, quiero hacer una "pausa" de presentar trabajos en soga, para difundir e informar a todos los lectores de El Trenzador, las actividades que se han estado desarrollando en esta última semana y que acontecerán en este fin de semana, el día sábado 23 de octubre, en la ciudad de Santa do Livramento, en el sur del estado de Rio Grande do Sul (RS), prácticamente en la frontera con Uruguay, en relación al Primer Concurso de Aperos Criollos. El evento se llevará a cabo y tendrá comienzo a las 15:00 hs, quien desee participar puede hacerlo en el mismo local del evento: La Sociedad Rural de Santa do Livramento. Para quien desconoce sobre que se trata, pues bien, le mostraré a continuación imágenes de otro evento del mismo tipo que se realizó pocas semanas atrás en la ciudad brasilera de Bagé, Río Grande do Sul, en ocasión de celebrarse II Concurso de Aperos Crioulos. Para contar y describir los acontecimientos de esa interesante fiesta para los amantes de la tradición y cultura gaucha, voy a transcribir un escrito del amigo soguero brasilero Rodrigo Schlee acompañado con fotos de Fernanda Valente de Souza.
"Mais uma vez Bagé demonstra o valor que dá as tradições gaúchas, realizando o II Concurso de aperos crioulos. Uma iniciativa da Comissão jovem da Rural, capitaneada por Henrique Costa, Rafael Macedo e uma entusiasmada e dedicada equipe. Foi perfeita a organização e a recepção aos participantes e convidados que vieram de outros pagos e até de alla da fronteira. Os conjuntos foram separados em duas categorias: "aperos com preparos de couro cru" e "aperos chapeados".Na categoria "preparos de couro cru" foi apresentado um bom nível de aperos e pilchas, com destaque para os preparos de trança pátria.O vencedor desta categoria foi o conjunto apresentado por Bento Brochado de Santana do Livramento que desfilou um preparo completo de trança pátria, combinando bem com o freio e estribos "rancho" de ferro. Na categoria chapeados foram apresentados interessantes conjuntos por sua antiguidade e valor histórico.Como no caso do apero vencedor apresentado por Thomaz Mércio, uma relíquia guardada a gerações pela família, conta-se que o preparo com passadores e florões de prata lavrada e cinzelada foi um presente dado pelo Governo Imperial ao Cel. Hipólito Ribeiro por feitos militares na Guerra do Paraguai.Todos os participantes desta categoria apresentaram-se montando em serigotes ou lombílhos e caronas grandes de sola, mostrando que o concurso de aperos avalia não somente o preparo mas todo o conjunto que o envolve.Outro ponto positivo que se pode observar nesta edição do concurso foi o o fato de ver que alguns participantes fizeram vestimenta de época especialmente para compor junto ao apero, além de encomendar peças de guasqueiros, correeiros, tecelãs, prateiros e outros proficionais envolvidos na produção de aperos e pilchas. Atingindo-se assim um dos objetivos do concurso que é o de fomentar e resgatar estes históricos ofícios.Estas duas realizações do Concurso de aperos em Bagé, somadas a que ocorreu em Pelotas e mais a que se realizará em Santana do Livramento dia 23 de outubro, revelam que concurso é um evento que a cada edição vem crescendo e atraindo cada vez mais, uma infinidade de aficcionados pela tradição campeira rio-grandense.

Resultados:Preparos Chapeados:
1º Conjunto: Thomaz Mércio;
2º Conjunto: Álvaro Bino Lacerda;
3º Conjunto: João Vicente.
Preparos em Couro Crú:
1º Conjunto: Bento Brochado;
2º Conjunto: Glauco Xavier;
3º Conjunto: Mateus Azevedo.
Jurados:
Diego Marques
Flavio Cantoão
Joaquim Morais
Rodrigo L. Schlee".